Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

* Um Somatório de Coisas *

Tenho tentado voltar ao meu blog e aos vossos blogs mas o tempo e o cansaço tem-me pregado várias partidas.

Várias coisas se passaram durante este tempo e sobre as quais quis/quero falar mas não consigo ter aqueles 5 minutinhos excelentes para a escrita e partilha do que tem acontecido aqui deste lado.

Os 5 minutinhos até os consigo arranjar mas a disposição mental e a inspiração é que não acompanham.a minha vontade. Eu juro que já escrevi mentalmente vários posts, o pior é que não os consegui passar para o "papel" do blog...

 

Durante esta minha aparente ausência...

- fiz uma cirurgia à vista

- a porcaria que o Ministério da Educação fez comigo, ficou resolvido

- mudei de escolas

- ando coxa (  )

- e... 

 

Pronto, o resto vou contando. 

Fiquem desse lado que eu também vou ficar!

Missed you! 

girl.jpg

 

Resumo da minha Ausência.

Caras amigas e caros amigos (acredito na possibilidade de algum ser do sexo oposto dar uma vista de olhos ou até me leia secretamente ;P) ainda não foi desta que desapareci, não. E nem será amanhã, o tal dia que resolveram dizer que resolveram determinar que seria o do fim do mundo. Pra mim não vai ser porque eu não quero. Vou ser mais resistente que as baratas (blergh!).

 

Pois não abandonei o blog nem nada que se pareça, simplesmente num estalar de dedos o trabalho foi-se acumulando e o tempo reduzindo. Dei um ar da minha graça apenas no Facebook por razões comerciais e porque sempre é mais fácil publicar uma foto do que escrever um texto. 

 

A culpa da minha ausência foi:

 

- Testes e avaliações dos meus alunos. Já me tinha esquecido de quão fracos são os alunos do público e a confirmação de que, efectivamente, o reflexo da indisciplina dão uma "camada" de testes negativos.

 

- Vários trabalhos que me pediram para fazer - para prendas de Natal e não só! - e que eu adorei executar. Farei um post especial para vos mostrar pois alguns ainda não chegaram aos donos e, por isso, são top secret!

 

- Resmas de reuniões de avaliação. Daquelas que se fala, fala e não se diz nada!

 

- Uma formação obrigatória promovida pela minha CÂmara Municipal. Não aprendi nada de novo, mais uma vez.

 

- O meu príncipe encantado sstar de férias aqui comigo. Regressei ao modo Dona de Casa e aos afazeres inerentes.

 

- A preocupação do estado de saúde do meu tio/padrinho que parece estar por um fio.

 

Fica aqui a promessa de voltar a este meu cantinho com regularidade novamente. Já sabem como sou... às vezes "calo-me" mas não desapareço! :)

 

E a minha vida tem sido assim.

Tem sido uma vida de maluca, sem parar. Já vos tinha dito isto e esta semana que vem vai ser igual. Ou pior! 

 

E com este desabafo não me estou a queixar, pelo contrário. Tenho é pena que o tempo não renda nada, que voe sem eu dar por isso. Se o ano passado só trabalhava três dias por semana, este ano trabalho todos os dias, o que me deixa menos tempo disponível.

 

Este fim de semana estive sozinha, pelo que aproveitei para fazer umas costuras (que depois vos mostrarei) e para corrigir testes. Esta é que é a parte pior

 

Por este motivo é que teho estado caladinha aqui no meu "piqueno" blog e também nos vossos... Mas não me esqueci de vocês! :)

 

Para compensar esta minha falha, partilho com vocês uma foto minha. Adivinhem lá qual delas sou eu... ;)

 

Basicamente é isto.

Só agora reparei que há QUATRO dias que não digo nada aqui no meu blog. Juro que pensei ser há menos tempo. Agora estou para aqui cheia de remosos... (sabem como eu sou afectivamete-ó-dependente das minhas coisinhas, não sabem?)

 

Na verdade não tenho parado, daí ter-me calado um pouco no blog. Tenho andado a preparar aulas, que é como quem diz, fazer omeletes sem ovos pois a maior parte das escolas ou não tem recursos ou não mos deixam utilizar. E depois ainda querem que faça aulas altamente giras, motivadoras e blá, blá, blá... drogam-se, só pode! Nem uma pobre fotocópia posso tirar..! Ah e já me constou que não se pode escrever muito no quadro para não gastar giz porque há pouco... acreditam nisto?!? Qualquer dia só lá vou marcar presença e fazer baby sitting!

 

Saio de um fim de semana cansativo - com o aniversário da minha afilhada pelo meio - e começo a semana a pedir a todos os santinhos e ao Gaspar, o Terror da Finanças que retirem a segunda-feira do calendário. Só por este ano... Não é pedir muito pois não? É que este dia é tão mas tão horrível para mim que não me importava nada que desaparecesse.

 

Amanhã é um dia novo e é melhor. Assim como espero que seja o resto da semana. Pra mim e para vocês! P

Ausência Forçada.

Desde o fim de semana que estou sem computador. Mais uma vez, o meu irmão faz-me o favor de me avariar o pobrezinho. Não sei como é que aquele gajo se arranja, que ao fim de semana, quando não estou lá em casa, consegue sempre por o computador K. O. Digamos que o pobre do meu "competadorzinho", neste momento, estão tão malzinho mas tão malzinho, que só mexe os olhinhos.

 

Aqui no colégio só tenho tempo para dar aqui um saltinho à hora do meu almoço. Mas o que acontece é que tenho de fazer um "ponto de situação" ao director e perco o tempo nisso: mail para lá, mail para cá. mail para lá, mail para cá...

E a minha auxiliar deste ano... ui! É um must.. de resto, como todas as outras. Este assunto terá direito a um post. Ou mais!

 

Olha Eu Aqui!

 

Não foi desta - ainda - que fui raptada pelas manas e estou feita refém no convento. Elas bem queriam, mas eu disse que tinham de tirar uma senha...

 

Digamos que a minha ausência se deveu a motivos de "embelezamento". Não meu, porque não preciso (cof! cof! cof! Não sei porque me deu esta tosse súbita... {#emotions_dlg.angel}) mas de algo que me pertence.

 

E mais não digo... Fiquem para aí a cismar sobre o que andarei eu a fazer até eu fazer a revelação final. Lol! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Me Aguardem!

 

 

Afinal...

... ainda circulo por aqui!

 

 

Já todos deram pela minha ausência, pelo semi-abandono do blog e pela escrita inexistente.

Não foi deliberado. Simplesmente ando ultra-atarefada com tanta coisa para fazer. Dois colégios é dose, ainda mais se um é católico.

 

Estava mesmo a precisar de umas férias na Polinésia francesa (desde que a gripe A ainda não tenha dado o ar da sua graça por lá!), ou um mês de SPA ou mesmo uns tempinhos em casa "doente" (cof! cof!), sem fazer nada que não fosse deambular  da cama para o sofá e vice-versa.

 

Desde ontem que ando rouca com o ensaio das cantorias que vamos apresentar e hoje, para completar o panorama, tenho um braço deslocado. Bom, não está deslocado... tenho é uma dor terrível no encaixe do ombro que parece que alguém me arrancou o braço.

 

De resto, continua tudo na mesma: o mundo continua a girar - umas vezes ao contrário, é certo - o céu continua azul, e o arco-iris ainda mantém a sua palete de cores!

 

Vou tentar continuar a dizer as minhas baboseiras com mais frequência...

 

 

Mea Culpa

 

Ando aqui com um peso nos ombros há alguns dias. E confesso que já me está a causar dores de costas e de pescoço. É verdade!

 

Acontece que a minha vida tem andado num rodopio, apesar dos pesares. Tem sido uma semana de elaboração de testes, de feitura de materiais, pensar no que vou fazer com os miúdos na Páscoa, etc. Sabem como é a minha vida de teacher, ainda mais teacher que tem a mania de ser inventadeira em vez de estar quietinha. Tanto trabalho para alguns putos não merecerem nada. Enfim! Quem corre por gosto não cansa.

 

Por tudo isto e porque ando cansada não só fisicamente mas sobretudo “cerebralmente”, não tenho ido regularmente aos vossos cantinhos meter o nariz e escrever meia dúzia de letras. Vocês até podem dizer “ah, mas tu podias fazer isso ao fim da noite…” e até têm razão. Mas e os meus neurónios que a partir de certa hora pisgam-se para outro lado qualquer e me abandonam à mercê do espíriro da cabeça oca?! Já não dá para fazer nada. Não há discurso coerente que saia desta cabecinha.

 

Por isso, meus amigos, não pensem que vos abandonei. Não! Excesso de trabalho e de cansaço. Até o meu pobre blog andou a abndonada durante uns dias por falta de inspiração e, essencialmente, por falta de tempo para organizar ideias e escrever algo legível. Espero brevemente recuperar o ritmo. Me aguardem!

 

A Tristeza Invadiu o Meu Reino

My love has gone. Por isso, estou triste. Tal como acontece a toda a gente, as férias do N. acabaram. Perdi o meu assistente de enfermeiro. :/
 
Voltei para casa dos papás e para a confusão que reina nesta casa. Lá deixei a minha casinha fechada a sete chaves e sozinha. Ficaram trancadas as minhas vivências a dois, as minhas coisas, as minhas plantas, os meus livros…
Não sou capaz de viver sozinha e, por isso, fico sempre com o sentimento de culpa dela ficar sozinha e fechada. Àquela casa pertencem duas pessoas: eu e o N. Sem ele não tem graça lá viver.
 
Tenho de fazer aqui um agradecimento público ao meu enfermeiro de serviço: o N. Tem sido ele a cuidar de mim desde o dia que saí do hospital. Apesar da sua pouca paciência para me andar a “mudar as fraldas”, é graças a ele e aos seus cuidados que o pós-operatório tem estado a correr tão bem. Estou completamente dependente de uma segunda pessoa para tratar a minha “cratera”.
 
Sofro sempre por antecipação e esta vez não foi excepção. Custa-me muito a ausência do N. e fico sempre triste quando se vai embora. É como se me dessem um rebuçado e mo tirassem na altura em que o estava a saborear prazeirosamente.
 
De resto, estou em fase de crise de inspiração, por isso tenho-me limitado a ler e comentar blogs. O meu… continua às moscas…
 
Até amanhã… talvez!